Usamos cookies para sustentar ações de marketing e para oferecer a você uma melhor experiencia de navegação. Conheça nossa política e os termos de uso nos links abaixo e siga navegando em nosso site, se aceitar nossa forma de utilização dos dados.

Dicas de educação financeira

Dicas de educação financeira

Dicas de educação financeira

Ter uma vida financeira saudável exige o controle de seus ganhos e gastos mensais. Há inúmeras ferramentas que permitem fazer este acompanhamento, como aplicativos e planilhas, de forma gratuita, simples e prática.

Isso te ajudará a não ficar inadimplente e, consequentemente, sua nota Score estará sempre e um bom patamar, facilitando seus pedidos de crédito ao mercado.

Confira cinco dicas valiosas que vão te ajudar a conquistar uma vida financeira saudável:

1) Saber o quanto ganha;
2) Saber o quanto gasta;
3) Gastar menos que ganha todo mês;
4) Ter o dinheiro antes de gastar;
5) Ter reservas e saber investir.

Importante

Se você tem carteira assinada, nunca tenha como referência o seu salário - ele sofre vários descontos. O valor correto é o líquido, aquele que é depositado na sua conta todos os meses.

Agora, se você é um microempresário ou um empreendedor, é importante determinar uma retirada por mês. É com esse dinheiro que você vai organizar sua vida financeira.

Separe as despesas

Uma dica simples é separar as despesas de contas a pagar e investimentos. Em contas a pagar, considere todas aquelas que mês a mês chegam: fatura ou boleto de aluguel, luz, água, compras parceladas e supermercado, por exemplo.

Já em investimentos é aquele dinheiro que procuramos guardar para objetivos futuros. Sim, o investimento deve ser considerado como uma despesa mensal. Caso contrário, você nunca consegue fazer uma reserva para ter uma vida financeira saudável.

Consumo variável

Uma vez que você conheça as suas despesas fixas, é hora de pensar no consumo variável. São basicamente as despesas do dia a dia, como aquele cafezinho, transporte e comida por aplicativo, farmácia, cinema, entre outros.

Resumindo, são aquelas despesas que você pode decidir (nem todas) fazer ou não e é algo mais incerto.

Ou seja, controlar as despesas variáveis é a forma mais simples de controlar suas finanças.

Conta para gastos extras 

Após ter o conhecimento de quanto pode gastar todos os meses com as despesas variáveis, é interessante abrir uma conta digital (sem custos) e transferir este valor para ela. Assim, você conseguirá acompanhar seu gasto variável sem ter de anotar nada.

Conforme o saldo desta conta vai diminuindo, você poderá ir cortando algumas despesas variáveis para que este custo fique dentro do seu orçamento.

Gostou das dicas? Para saber mais, consulte a CDL Cachoeira e acesse o blog da Boa Vista Consumidor Positivo

Para se associar, agende uma visita ou entre em contato conosco:

Endereço: Rua Senador Pinheiro Machado, nº 2043 - Centro, Cachoeira do Sul (RS)
WhatsApp: (51) 3722 2484
E-mail: cdlcachoeira@cdl.org.br